Com abandono na pista de skate, próprios skatistas se reúnem para realizar reforma

248
Grupo de skatistas promovendo reparos na pista no último dia 02 de novembro.

No último dia 02 de novembro grupo de skatistas se reuniram para promover reparos na pista de skate

A pista de skate no centro de Campo Largo já é um tradicional marco da cidade, no entanto faz tempo que ela vem sendo deixada de lado, a última grande reforma pela prefeitura foi feita em 2017 e foi bastante polêmica, segundo informações divulgadas à época pela imprensa a obra de reforma teria custado R$ 179.830,67, sendo R$ 125.881,46 de material e R$ 53.949,21 de mão-de-obra, no entanto a qualidade da obra sempre foi questionada pelos frequentadores.

Segundo o jovem Thiago Brantes, que pratica o esporte faz nove anos, logo após a reforma já eram nítidos os defeitos na obra, ainda de acordo com ele o projeto em si daquela reforma era bom, no entanto teria sido mal executado.

Detalhe da situação da pista antes dos reparos. Foto: Guilherme Bastos

Outro frequentador da pista, Guilherme Bastos concorda com as afirmações e ambos dão um estranho diagnóstico, de que a pista parece “estar oca” e até recentemente ainda segundo Guilherme a pista tinha muitas rachaduras, buracos e tinha um péssimo estado de conservação o que de acordo com o jovem poderia até mesmo ser perigoso para os atletas que a utilizam.

Detalhe da situação da pista antes dos reparos. Foto: Guilherme Bastos

Operação “tapa buracos”

Diante da situação da pista, já faz algum tempo que um grupo dos próprios skatistas se reúnem para providenciar os reparos, no que eles chamam de “Operação Tapa Buracos”.

Grupo de skatistas promovendo reparos na pista no último dia 02 de novembro.

Segundo um integrante do grupo a organização é pelo WhatsApp mesmo, eles encontram uma data que seja ideal para o grupo e realizam os reparos, a última vez que isso aconteceu foi na terça-feira passada, dia 02, que por ser feriado auxiliou o grupo a se reunir, ainda de acordo com ele não existe nenhum tipo de apoio para realização da obra por parte do poder público, nem mesmo financeiro e tudo é custeado pelos próprios skatistas.

“Até existe uma conversa com a Secretaria de Esporte, no entanto para que eles (prefeitura) realizem algum tipo de obra ou reparo, tem uma série de burocracias, quando nós realizamos é muito mais rápido”.

Integrante do grupo

Possíveis soluções e nova pista

Todos que são frequentadores assíduos da pista concordam que tem muito o que precisa melhorar, recentemente a prefeitura divulgou os planos de construir uma nova pista de skate na cidade, porém não seria onde está atual, os jovens Thiago e Guilherme veem a ação com bons olhos e ainda acrescentam que é necessário ainda uma valorização maior do esporte por parte do poder público, segundo eles o esporte que recentemente ganhou destaque como modalidade olímpica ainda é muito desvalorizado até mesmo por parte da sociedade.

Clique aqui e confira também nossa matéria onde jovens skatistas de Campo Largo falam um pouco da dificuldade de se iniciar a prática do esporte na cidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui