Com derrota de Trump, Bolsonaro perde aliado, vê aprovação cair e a sua cassação pode ir a julgamento

Trump era o principal aliado de Bolsonaro no cenário internacional, com a derrota do republicano nos Estados Unidos e a Vitória de Joe Biden, Bolsonaro fica isolado no cenário internacional, mas não é só isso.

Ação que pede a cassação do mandato de Bolsonaro foi liberada para julgamento

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luís Felipe Salomão liberou na última quarta-feira (4) para ser julgada uma das ações que pede a cassação da chapa formada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o vice-presidente, Hamilton Mourão (PRTB).

A ação, movida pela coligação Brasil Soberano, formada por PDT e Avante, que teve Ciro Gomes como candidato a presidente, pede a cassação da chapa por suspeita de irregularidades na contratação de disparos em massa de mensagens pelo whatsapp durante a campanha das eleições de 2018.

Agora, cabe ao presidente do TSE, o ministro Luís Roberto Barroso marcar uma data para o julgamento desta ação. Mas, além dela, a chapa Bolsonaro-Mourão é alvo de outras duas ações com acusações semelhantes, também ligadas a supostos disparos de mensagens em massa. Com isso Bolsonaro e seu vice podem perder o mandato.

Aprovação do governo Bolsonaro cai em 7 capitais durante a campanha, revelam pesquisas Ibope

Dados do Ibope das 26 cidades compilados pelo G1 mostram que a avaliação ótima/boa apresentou queda acima das margens de erro nas pesquisas realizadas entre a primeira e a segunda quinzena de outubro.

A maior variação em pontos percentuais ocorreu em Salvador e em Rio Branco, ambas com queda de 7 pontos percentuais. Na primeira rodada das pesquisas, a capital baiana já apresentava o menor índice de aprovação do governo (18%). Agora, a avaliação ótima/boa diminuiu para 11%. Com isso, Salvador acentuou a baixa aprovação do governo entre as capitais. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui