Dieta mediterrânea, o que é, vantagens e desvantagens.

Imagem de Gordana Stanisic por Pixabay

A dieta mediterrânea é uma dieta o mais natural possível, não se pode comer industrializados. Ela ajuda a controlar o peso, ajuda no estilo de vida e melhora seu metabolismo.

As vantagens da dieta mediterrânea são: previne contra doenças cardíacas, câncer, diabetes, hipertensão, etc, o consumo de nutrientes é grande, pois tudo é natural e ajuda na introdução alimentar das crianças, pois incentiva o consumo de frutas e verduras.

O importante dessa dieta é sempre consumir alimentos frescos e da época, o menos processado possível, evitar grandes lojas de hortifrutis, pois a possibilidade de os hortifrutis terem agrotóxicos é bem grande.

Uma das opções de carne para a dieta mediterrânea são peixes e frutos do mar, o indicado é consumir 3 vezes na semana, pois eles possuem ômega 3 e gorduras boas.

Opção de óleos ou azeites são os vegetais, eles possuem gorduras que controlam o colesterol e ajudam a prevenir doenças coronarianas. Alimentos integrais são recomendados, pois melhoram o funcionamento do intestino, dão saciedade e além de serem probióticos. 

Lembrando sempre antes de qualquer mudança na sua dieta, visitar um médico para fazer um check-up e logo depois visitar uma nutricionista e falar da sua vontade de seguir a dieta mediterrânea.

Atenção: As informações neste portal pretendem apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação no Serviço de Saúde.

A dieta mediterrânea é uma dieta o mais natural possível, não se pode comer industrializados. Ela ajuda a controlar o peso, ajuda no estilo de vida e melhora seu metabolismo.

As vantagens da dieta mediterrânea são: previne contra doenças cardíacas, câncer, diabetes, hipertensão, etc, o consumo de nutrientes é grande, pois tudo é natural e ajuda na introdução alimentar das crianças, pois incentiva o consumo de frutas e verduras.

As desvantagens são o consumo de vinho, pois há um limite, mas a maioria dos adeptos não cumprem.

O importante dessa dieta é sempre consumir alimentos frescos e da época, o menos processado possível, evitar grandes lojas de hortifrutis, pois a possibilidade de os hortifrutis terem agrotóxicos é bem grande.

Uma das opções de carne para a dieta mediterrânea são peixes e frutos do mar, o indicado é consumir 3 vezes na semana, pois eles possuem ômega 3 e gorduras boas.

Opção de óleos ou azeites são os vegetais, eles possuem gorduras que controlam o colesterol e ajudam a prevenir doenças coronarianas. Alimentos integrais são recomendados, pois melhoram o funcionamento do intestino, dão saciedade e além de serem probióticos. 

Lembrando sempre antes de qualquer mudança na sua dieta, visitar um médico para fazer um check-up e logo depois visitar uma nutricionista e falar da sua vontade de seguir a dieta mediterrânea.

Atenção: As informações neste portal pretendem apoiar e não substituir a consulta médica. Procure sempre uma avaliação no Serviço de Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui