Prefeito de Colatina, conhecido na internet, responde por irregularidades na gestão e rejeição da população de sua cidade

Prefeito de Colatina Sergio Meneguelli / Imagem: Reprodução

Sérgio Meneguelli ganhou fama na internet por demonstrar uma suposta “simplicidade” em seus atos, no entanto em seu estado natal enfrenta um processo por irregularidades na sua prestação de contas, além da rejeição da população de sua cidade o que o levou a não disputar a eleição.

Contas de Colatina tiveram parecer pela rejeição por irregularidades

O conselho do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo decidiu, em sessão ocorrida em fevereiro, emitir um parecer prévio recomendando a rejeição das contas do Prefeito de Colatina Sergio Meneguelli, no exercício 2017. O parecer, assinado pelo conselheiro relator Sergio Borges, apontou irregularidades contábeis na prestação de contas encaminhada ao Tribunal. Cabe ainda recurso do prefeito ao plenário da corte.

Segundo o relatório, foram detectados duas irregularidades referentes à abertura de crédito adicional especial sem a autorização do legislativa correspondente, uma irregularidade por abertura de crédito adicional suplementar sem a existência do excesso de arrecadação correspondente.

O relator Sergio Borges explicou em seu voto que o crédito adicional especial ocorre quando não há previsão de dotação para a realização de determinada despesa, ou seja, para despesas não previstas na Lei Orçamentária, exigindo autorização da Câmara dos Vereadores por Lei Especial. A abertura de tais créditos adicionais também dependem da existência e indicação dos recursos disponíveis bem como de exposição que a justifique.

O Tribunal de Contas destacou ainda que, o processo será publicado no Diário Oficial. A partir deste ponto o prefeito terá um prazo legal para apresentar recursos contra o parecer.

De acordo com a Corte, se após o recurso contra a decisão do parecer prévio do TCES for mantido, a Câmara de Colatina será notificada e caberá ao legislativo votar a prestação de contas da Prefeitura de Colatina referente ao ano de 2017. Na apreciação do legislativo, os parlamentares poderão seguir a recomendação do Tribunal de Contas pela rejeição ou derrubar a orientação, desde que seja aprovado com quórum de dois terços dos vereadores.

Além da recomendação da Câmara de Vereadores, o Tribunal de Contas também determinou que a Prefeitura de Colatina divulgue amplamente, inclusive em meios eletrônicos de acesso público, a prestação de contas relativa ao exercício financeiro em questão e respectivo parecer prévio, de acordo com a lei de responsabilidade fiscal.

A Prefeitura Municipal de Colatina e a Câmara de Vereadores informaram que ainda não foram notificados. 

Moradores de Colatina não estão tão satisfeitos assim com Sergio Meneguelli

O prefeito Sérgio Meneguelli, de Colatina-ES que ganhou fama nacional aparecendo em vídeos executando obras com as próprias mãos, participando de mutirões, cortando gastos e mantendo aparente vida simples, sem sinais de riqueza e se tornou uma espécie de prefeito ideal para resolver os problemas de qualquer cidade e até do Brasil chegando à presidência, começa a perder a unanimidade em torno de seu mito.

A imprensa estadual e local há algum tempo apontam mazelas da cidade e contradições do prefeito também começam a ter destaque nacional colocando dúvida na suposta “perfeição” de Meneguelli.

Obras paradas, abandono na saúde, aumento do próprio salário junto com o de vereadores, irregularidades em licitações e até superfaturamento estão entre as denúncias contra Sérgio Meneguelli.

O site “Na Mídia News” do Espirito Santo, trata Meneguelli como prefeito fake e marqueteiro” e divulga reclamações de populares.

“Quem conhece Sérgio Meneguelli pelos vídeos e fotos fakes que divulga nas redes sociais, acredita que ele é um bom administrador, o que não passa de uma grande mentira. Colatina está jogada às traças, em situação precária”

Juvenal Reis dos Santos, morador de Colatina

“Ele é muito bom para fazer marketing quando lhe interessa. Quando está em jogo seus interesses ele se esconde. Se fosse o bom prefeito que falam, já teria vetado o aumento concedido aos vereadores e a ele próprio e não necessitaria de o povo ir às ruas para pressionar”, disse o cidadão.

Na mesma reportagem o fato do município de 120 mil habitantes contar com apenas duas ambulâncias também é questionado: “Em Colatina faltam medicamentos e médicos nos postos de saúde, as consultas com especialistas demoram uma eternidade para serem marcadas, o transporte para doentes está sucateado e não é suficiente para atender a demanda, deixando muitos cidadãos sem atendimento e existem apenas duas ambulâncias para atender uma população de 120 mil pessoas”. ““Essa é a verdadeira face de Colatina. A face oculta, que o prefeito não divulga nos seus vídeos””, enfatiza Antônio Carlos, um vendedor e morador da cidade ouvido.

A página Colatina News também fala de um contrato entre o município a Santa Casa que prejudicou a população e fez com que o Ministério Público tivesse que intervir. “O atendimento precário à saúde em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo, em virtude da falta de investimento por parte da administração municipal, poderá ficar ainda mais precária depois da decisão do prefeito Sérgio Meneguelli de não renovar contrato de prestação de serviço com a Santa Casa de Misericórdia”, diz o site.

Segundo o Colatina News, para tentar evitar que a situação do Município na área de saúde fique ainda pior, a direção da Santa Casa avisou ao prefeito municipal, que se não houver uma definição sobre a renovação do contrato de prestação de serviços em vários setores da saúde, o hospital encerrará os atendimentos que ainda são feitos.

Com o fim do contrato a Santa Casa de Misericórdia de Colatina suspendeu uma série de procedimentos, dentre os quais consultas de várias especialidades, cirurgias em geral, exames de colonoscopia, mamografia, endoscopia, dentre outros.

Fontes Luminosas por 2,2 milhões

A Coluna Bastidores da Folha de Vitória e assinada pela Jornalista Luana Damasceno que cobre os meandros da política capixaba estranha o valor de Fontes Luminosas de Meneguelli.

“Se a resposta for com base no conteúdo das redes sociais do prefeito, adjetivos como bondoso, popular e generoso poderiam descrevê-lo muito bem. Meneguelli aparece com a mão na massa e faz questão de divulgar a satisfação em realizar trabalhos como pinturas de casas de moradores, plantação de árvores e instalação de enfeites para o Natal. Até aí, ponto para o prefeito…Realmente um diferencial que o coloca em posição de destaque entre os líderes dos executivos municipais do Estado.

Mas…

Nos últimos dias, o prefeito tem protagonizado um episódio um tanto polêmico. Sempre empenhado em embelezar a “Princesinha do Norte”, Meneguelli propôs a construção de três fontes luminosas na cidade.

Valor

A empreitada parece simples e positiva (afinal, quem não quer ver o local onde se vive mais bonito?). Porém, o preço da beleza neste caso é de 2 milhões e 200 mil reais.

Ministério Público

O Ministério Público chegou a ajuizar ação para bloquear as contas da Prefeitura de Colatina referentes às obras da fonte. O promotor Marcelo Ferraz Volpato pede que os recursos sejam aplicados nas reformas das unidades escolares e de abrigos para menores e ainda no pagamento de mensalidades atrasadas para o Lar Irmã Scheila.

Licitação

Apesar da ação do MP, a licitação para a obra foi assinada pelo prefeito na última sexta-feira. De fato, Meneguelli persiste na ideia porque tem parte do apoio da população, o que não impediu que também houvesse uma chuva de críticas por parte de moradores que apontaram muitas outras prioridades para a cidade, principalmente nas áreas de saúde e educação”.

Prudência e Cautela

As denúncias podem ter partido de opositores do prefeito Meneguelli e, ainda que verdadeiras as reclamações, ele ainda pode ser considerado um bom prefeito e tal julgamento cabe a seus conterrâneos que conhecem de perto a realidade. Nós que estamos de longe devemos ter prudência de não prejulgar por conta das denúncias da imprensa ou moradores e redobrar a cautela para não escolher mais um falso Salvador da Pátria, se é que existe Salvador da Pátria verdadeiro.

Com informações do Tribunal de Contas do Espírito Santo

Link das Matérias

Sérgio Meneguelli é um prefeito fake e marqueteiro’, segundo imprensa de Colatina

Sérgio Meneguelli não renova contrato e Santa Casa suspenderá atendimento

Folha deVitória: Quem é o prefeito de Colatina, Sergio Meneguelli?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui