Escolhido por Bolsonaro para o STF foi indicado por Dilma, nome agradou políticos envolvidos em corrupção

O desembargador federal Kassio Nunes Marques — Foto: Divulgação/Ascom/TRF-1

Kassio Nunes Marques foi indicado pelo Presidente Bolsonaro para a cadeira de Celso de Melo, que irá ficar vaga dia 13 de outubro, indicação dele foi costurada em um acordo com os Ministros do Supremo Dias Toffoli e Gilmar Mendes.

Nome também é bem recebido pelos políticos do chamado “centrão” que atualmente estão na base de apoio de Bolsonaro, vários deles estão envolvidos em escândalos de corrupção, inclusive a lava-jato, possível novo Ministro é considerado contrário a operação.

Perfil

Kassio Marques entrou para o TRF-1 em 2011, na cota de vagas para profissionais oriundos da advocacia. Ele foi escolhido pela então presidente Dilma Rousseff (PT).

Natural de Teresina, foi advogado por 15 anos, fez parte da Comissão Nacional de Direito Eleitoral e Reforma Política da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Piauí e também foi juiz do Tribunal Regional Eleitoral do estado.

O magistrado é formado em direito pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), com especialização em processo e direito tributário pela Universidade Federal do Ceará (UFCE) e mestrado em direito constitucional pela Universidade Autônoma de Lisboa e doutorado pela Universidade de Salamanca, Espanha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui