TRAGÉDIA NO PARANÁ: PM confirma a morte de segunda criança em incêndio em Rio Branco do Sul

Casa foi destruída pelo fogo, na Vila São Pedro, em Rio Branco do Sul — Foto: Vanessa Rumor/RPC

Criança estava desaparecida após as chamas, na madrugada desta terça-feira (8); mãe ficou ferida, e companheiro dela foi preso suspeito de colocar fogo na casa.

A criança que estava desaparecida no incêndio em Rio Branco do Sul, na Região Metropolitana de Curitiba, na madrugada desta terça-feira (8), foi encontrada morta, segundo a Polícia Militar (PM). Além dela, outra criança também morreu carbonizada. As duas tinham dois e seis anos de idade.

Um homem, que é companheiro da mãe das crianças, tem 26 anos e foi preso suspeito de atear fogo na casa, de acordo com a PM.

A mulher teve queimaduras em 70% do corpo, segundo a PM, e foi encaminhada ao Hospital Evangélico Mackenzie, em Curitiba. O estado dela é grave, segundo o hospital.

A Polícia Civil disse que os dois tiveram uma discussão e, por volta das 23h de segunda-feira (7), a mulher procurou a equipe para denunciar violência doméstica e registrar um Boletim de Ocorrência (B.O).

Em depoimento à Polícia Civil, o rapaz negou a autoria do incêndio e confessou que agrediu a companheira por ciúmes. A criança de dois anos era filha dele, segundo a polícia.

A mãe das crianças teve ferimentos graves ao tentar salvá-las das chamas, segundo os vizinhos.

O fogo foi controlado por volta das 8h.

O local fica na Vila São Pedro e é uma invasão, que tem cerca de 150 famílias.

A mulher tem outros três filhos que estavam na casa de uma vizinha no momento do incêndio e não se feriram. Eles foram encaminhados para o conselho tutelar.

Duas crianças morreram carbonizadas no incêndio, em Rio Branco do Sul  — Foto: Reprodução

Duas crianças morreram carbonizadas no incêndio, em Rio Branco do Sul — Foto: Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui